A SUIA

 

SUIA é o nome da índia Pataxó que foi designada pela mãe para nos guiar ate a sua aldeia que fica no Sul da Bahia. “Filha mais nova e mais forte.”, dizia a mãe, seu nome significa coragem.

Me encantava ver seus passos firmes , a figura alta e esguia que se movia com tanta leveza que praticamente não se notavam as pegadas na areia. Ela deslizava tranquila e alegremente pela praia no sol escaldante do verão da Bahia, ela nos sorria timidamente e graciosamente continuava a sua caminhada.

E a figura alta e segura de SUIA nos guiou por dias, pela natureza selvagem da Bahia.

Fui instantaneamente inspirada pela magia daquelas pessoas , daquele lugar.

A ideia de criar a SUIA nasceu justamente da elegância que existe na simplicidade.

A conceito da marca é uma elegância descontraída o equilíbrio entre o clássico e o moderno. 

Geannine Pollazzon embarcou para Londres com vinte e poucos anos, não sabia o que queria da vida. Começou a faculdade de Arquitetura, mas se desencantou e acabou ficando meio perdida. Uma passagem para a Inglaterra parecia ser uma solução para se encontrar. E foi. Em alguns meses de cursos livres de arte e bicos de stylist, ela descobriu que queria estudar moda. Entrou para a University of East London em Fashion Design and Marketing e tudo começou a dar certo: ganhou prêmios, trabalhou com Alexander Mc Queen, Giles Deacon e Ann-Sofie Back e vendeu a sua coleção própria na Liberty.